Lendo agora
O que é marca pessoal e como criar uma ligada à moda?

O que é marca pessoal e como criar uma ligada à moda?

Mulher sentada mexendo no celular e com caderno sob as pernas, definindo estratégias de marca pessoal.

Com o marketing digital e seu avanço na vida dos consumidores, novos termos e estratégias começaram a surgir. Dentre eles, compreender o que é marca pessoal é um exemplo.

Para entender o significado de personal branding e como construir um para você, basta continuar a leitura deste conteúdo!

Banner para a página de download do Guia com Tendências de Moda dos Anos 40 aos 2000, feito pela Digitale Têxtil.

O que são marcas pessoais?

As marcas pessoais são aquelas ligadas ao DNA de uma pessoa, de forma que expressam suas características, qualidades e as singularidades que tornam um indivíduo único.

Basicamente, todo mundo tem a sua marca pessoal. A questão está no quanto você a explora estrategicamente.

Pautado, principalmente, em um valor que determinado indivíduo quer transmitir para o mundo, o personal branding é guiado pelo questionamento: o que o seu trabalho e a sua carreira podem oferecer de diferente para o mundo?

Logo, é uma estratégia pautada na personalização, de forma que se expresse características que o público-alvo e o mercado valorizam em profissionais do segmento.

Mulher com tablet e caderno, fazendo anotações sobre sua marca pessoal.
A sua marca pessoal está conectada ao que você pode construir no mundo por meio do trabalho.

O termo está se popularizando cada vez mais no mundo, principalmente com o crescente destaque de influencers e youtubers que, após a fama, criam marcas de maquiagem, de moda e de produtos fitness, por exemplo.

Na construção da sua marca pessoal, é importante pensar que essa estratégia está ligada aos atributos que tornam uma personalidade única. Para empreendedores, a pessoa assume o papel de representar a marca em público, para salientar mais ainda as qualidades pessoais dela.

No entanto, mesmo quem quer construir uma carreira no mundo corporativo pode apostar na sua marca pessoal. Nesse caso, você aplicará as estratégias para melhorar sua imagem no mercado de trabalho.

Qual a diferença de marca pessoal para marketing pessoal?

Enquanto a marca pessoal leva em consideração valores individuais que são transmitidos para o mundo, o marketing pessoal é a forma como cada um se vende para o mundo.

Logo, ele está relacionado à reputação e à forma como uma pessoa é vista. Ele não está, necessariamente, vinculado à realidade, podendo ser entendido como uma performance.

Mulher com câmera, microfone e tablet gravando vídeos para sua marca pessoal.
O marketing pessoal é uma estratégia que pode ser construída, por exemplo, em cima de uma personagem.

A marca pessoal, por outro lado, consiste em você decidir quais características irá mostrar ao mundo, quais irá desenvolver, pautando-se no real e em quem você é.

Como criar uma marca pessoal?

Para começar a utilizar essa estratégia, é necessário se atentar a alguns quesitos que precisam estar bem claros anteriormente. Eles irão ajudar na gestão da sua marca e irão angariar demais pessoas e profissionais para que você obtenha sucesso.

Clique para baixar o Guia de Marketing de Digital para pequenas confecções.1. Estude seu público-alvo

É muito importante ter em mente, de forma clara, qual seu público-alvo e quais os costumes dele. Além deste conhecimento ser fundamental para os próximos passos, ele será importante para que você se conecte com as pessoas.

Para empreendedores, uma marca pessoal precisa, também, expressar aquilo que seus consumidores acreditam. Não faz sentido, por exemplo, uma confecção fitness falar sobre uma vida não saudável e sem cuidados ao corpo.

Entender o comportamento dos seus clientes vai ajudar você a delimitar um conceito de marca que se destacará e que tornará a empresa viva na mente das pessoas.

Já para pessoas que querem desenvolver uma marca pessoal para se tornarem profissionais melhores, o público-alvo são os recrutadores e colaboradores da área de recursos humanos. Nesse caso, é preciso cuidar da sua imagem para que seus objetivos sejam expressos.

2. Defina sua missão

Todas as pessoas têm uma missão de vida, uma mudança que querem surtir no mundo. Portanto, na hora de estruturar sua marca pessoal, o primeiro passo é definir qual seu objetivo.

Caderno ao centro com óculos, café, notebook e clipes ao redor.
Tenha em mente qual seu objetivo e quais mudanças quer surtir com sua marca pessoal.

É importante que ele não esteja relacionado a metas como “conseguir 10.000 seguidores”, porque esse não é um propósito compartilhado para todos. A dica é focar em questões sociais, culturais e ambientais.

Um bom exemplo é definir, como missão, “construir uma sociedade mais sustentável”. E, principalmente, cuidar dos recursos naturais gastos para que essa intenção seja atingida.

Outra possibilidade é colocar, como meta, se tornar uma referência na área de tendências e novidades da moda. Nesse caso, construa background e reúna referências que possibilitam isso.

3. Trace seus valores

Os valores são as ações e crenças por trás da marca pessoal que te auxiliam a conquistar sua missão. 

Eles irão orientar você e seus possíveis seguidores para que ajam de acordo com seu propósito e, também, podem motivar e inspirar os outros para que esses princípios sejam compartilhados no mundo.

Outro ponto interessante é estipular, neste momento, quais habilidades e conhecimentos você tem e que deseja compartilhar com seu público. Além disso, idealize quais associações e pensamentos as pessoas devem ter quando pensarem em você.

Clique para baixar os moldes de 3 peças femininas para confeccionar.4. Aja de acordo

O item mais importante até agora. Ter uma missão inspiradora e valores compartilhados com seu público-alvo é muito importante. No entanto, tudo irá ao chão se você, de fato, não agir de acordo com o que prega.

Caso sua missão seja ser mais inclusiva, dê espaço para todos os corpos vestirem suas roupas. Se você quer construir um mundo mais sustentável, não desperdice recursos, recicle, e por aí vai.

5. Use do mundo digital

Para pessoas empreendedoras, o mundo digital não é uma possibilidade, mas uma certeza. Para construir um negócio utilizando sua marca pessoal, será necessário conquistar seguidores e crescer nas redes sociais.

Teclado com botões para redes sociais.
Na hora de construir sua marca pessoal, as redes sociais são suas melhores amigas!

Agora, caso seu propósito seja construir uma marca pessoal para si, que te ajude a conquistar objetivos e metas pessoais – como uma promoção –, é legal usar o Instagram, o Facebook, o Twitter, o LinkedIn e outras plataformas para expressar aquilo que você acredita.

6. Estude e tenha boas referências

Independentemente de estar construindo uma marca pessoal para empreender ou para conseguir atingir metas e objetivos pessoais, ler, estudar, assistir a documentários e continuar trabalhando para melhorar como indivíduo é fundamental.

Veja também
feira da indústria textil

Quanto mais conhecimento você tem sobre o segmento, sobre si e, também, sobre o mundo, mais você tem autoridade para falar sobre os assuntos e pautas. Afinal, o seu crescimento é o da sua marca pessoal.

Baixe o Guia de Produção Sustentável de moda clicando na imagem.7. Promova-se como marca

Depois de um tempo, tendo determinado seu propósito e seus valores e iniciado o trabalho de se conhecer e de se desenvolver, utilizar o marketing pessoal para se promover é uma boa ideia. 

Usar essa estratégia de forma antiética pode fazer com que você venda uma performance. No entanto, quando somada com sua marca pessoal, é possível ressaltar seus pontos fortes com facilidade e excelência, atingindo objetivos de forma mais facilitada.

Pessoas com marca pessoal bem estruturada

Algumas personalidades conseguiram estruturar tão bem sua marca pessoal que, hoje em dia, possuem empresas famosas em todo o país ou se tornaram nomes conhecidos na sociedade.

Você com certeza conhece alguma delas, quer ver?!

Bianca Boca Rosa

Bianca Boca Rosa passando gloss labial de sua marca pessoal.
Hoje em dia, a Boca Rosa é uma marca extremamente reconhecida. Foto: Reprodução | Instagram

Bianca Andrade é um dos nomes referências quando falamos de marca pessoal. A influencer e ex-youtuber fez, em torno da sua individualidade, uma marca de maquiagem que é referência atualmente.

Com sua participação no Big Brother Brasil, Bianca se envolveu em algumas polêmicas que fizeram, inclusive, profissionais de marketing discutir a importância de alinhamento entre a empresa e a marca pessoal.

Jout Jout

Outra youtuber que fez de suas crenças e gostos pessoais os catalisadores para lançar livros, dar palestras e propor discussões pautadas em si mesma, que influenciaram pessoas e seguidores. Conheça a youtuber em um vídeo que ela fala, com muito humor, sobre seu livro!

 

Versace

Está procurando uma marca pessoal no mundo da moda? Versace é, com certeza, uma delas. Iniciada por Gianni Versace, a marca se tornou uma referência no mundo fashion.

Com o assassinato do estilista, a marca italiana não deixou de utilizar da estratégia pessoal. Donatella Versace assumiu a diretoria artística, demonstrando como construir um personal branding com maestria.

Gostou de conhecer mais sobre marca pessoal e como levar este conceito para sua vida? Então assine a newsletter da Digitale Têxtil e garanta mais conteúdos e novidades sobre o mundo da moda no seu e-mail!


0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Comentários

Comentários

Comentários (0)

Deixe seu comentário.

Seu e-mail não será publicado.

Voltar para o topo