Lendo agora
Moda vegana: como se adaptar para essa tendência

Moda vegana: como se adaptar para essa tendência

plana go vegan

Mais do que a escolha de não consumir carne ou qualquer outro alimento de origem animal, o veganismo, segundo a Vegan Society, é o princípio de emancipação dos animais da exploração dos homens. Assim, esse é um estilo de vida baseado na compaixão. 

Pensando de forma mais ampla, essa é, então, uma escolha política que engloba todas as partes da vida e das compras de quem a abraça. E é aqui que entra a moda vegana, uma tendência que está longe de ser momentânea.  

Quer saber mais sobre o assunto? Continue no texto para descobrir como a sustentabilidade e o consumo ético podem transformar a indústria têxtil.

Moda vegana: uma tendência que promete não ser passageira

Há alguns meses o doloroso e necessário curta “Salve o Ralph” levantou diversos debates sobre testes em animais e cosméticos livres de crueldade. Com o intuito de promover uma campanha contra o uso de bichos como cobaia da indústria da beleza, o filme criado pela Humane Society International virou trend e despertou a curiosidade de pessoas que passaram a questionar marcas e se inteirar um pouco mais sobre o assunto.

Mas essa está longe de ser uma novidade gerada apenas pelo vídeo. Outro exemplo de como essa transformação e preocupação tende a crescer nos próximos tempos está no fato de que as pesquisas relacionadas ao veganismo tiveram um aumento de quase 50% nas buscas feitas no Google no ano de 2020.

E o que isso tem a ver com a indústria de roupas? A resposta é: absolutamente tudo! E é imprescindível que marcas e confecções estejam preparadas para essa tendência de moda e de lifestyle.

mulher comprando cereais
O aumento de pesquisas sobre veganismo e sustentabilidade indicam o começo de um giro nas formas de consumo, o que também afeta a indústria da moda.

Princípios da moda vegana

Para isso, é importante conhecer quais são os princípios que regem a moda sustentável, ética e vegana, uma vez que a busca por uma indústria mais correta também impacta a forma de pensar e consumir roupas.

banner para baixar guia de moda sustentável

Sendo assim, dentre os conceitos da moda vegana estão: não possuir nenhum produto de origem animal (dentre eles, couro, lã, pérolas, plumas, cola de peixes, botões feitos de ossos e afins), não explorar bichos e seres humanos durante o processo de fabricação, a valorização da produção local e a prática de formas de reciclagem de roupas, modificações do padrão de consumo e a busca por uma produção sustentável, preocupada com os impactos gerados na natureza.

Tudo isso porque, como já comentamos, essa é uma tendência de moda que visa um estilo de vida baseado na compaixão e justiça.

Impactos na indústria

Os impactos desse tipo de transformação são parecidos com os da moda sustentável: consumidores que passam a observar o que as marcas têm a oferecer para além de produtos e empresas passam a visar a redução dos impactos sociais e ambientais causados pelo nicho de mercado que lideram. 

Como a indústria da moda tem se adaptado para esse nicho

As transformações no mercado da moda não acontecem do dia para a noite, e a indústria brasileira, apesar de andar em passos lentos, tem se conscientizado cada vez mais sobre a importância de se pensar em uma produção sem exploração.

roupa sustentável
Com esse tipo de preocupação em mente, consumidores passam a observar o que as marcas têm a oferecer para além dos produtos.

E, com essas modificações na fabricação e no consumo, não restam dúvidas de que os valores sustentáveis serão um diferencial para a sobrevivência de marcas. Desta forma, o veganismo, a confecção artesanal, a economia circular e a responsabilidade social serão peças fundamentais para a diferenciação e sucesso de coleções em um futuro não muito distante.

Veja também
imagem das cores amarelo e cinza pantone 2021

Certificação vegana

Pensando nisso, é importante que as confecções se preocupem com a certificação. Para começar, é preciso ir atrás de selos de garantia da procedência de materiais e fabricação de peças veganas pela PETA (Pessoas pelo Tratamento Ético de Animais), uma ONG internacional de proteção aos animais. 

Dentre as certificações disponíveis destacamos o PETA vegan approved vegan, para peças livres de produtos de origem animal.

Selo PETA vegan approved vegan
Selo PETA vegan approved vegan.

Além disso, é possível conseguir permissão para uso do Certificado Vegano da Organização Veganismo Brasil, emitido pela Associação Brasileira de Veganismo.

Certificado Vegano da Organização Veganismo Brasil
Certificado Vegano da Organização Veganismo Brasil.

A sustentabilidade e o consumo ético como chaves para o futuro

Sabemos que o caminho até a construção de uma indústria ética, sustentável e livre da exploração animal é bastante longo, mas, para além de ser um diferencial na hora da compra, esse tipo de preocupação é essencial para que possamos repensar o futuro do planeta e da indústria têxtil.

Que tal receber atualizações sobre as movimentações e tendências do setor têxtil? Preencha o formulário abaixo e receba as novidades diretamente no seu e-mail!


0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Comentários

Comentários

Comentários (0)

Deixe seu comentário.

Seu e-mail não será publicado.

Voltar para o topo