Lendo agora
Comfortwear: como unir moda e conforto nas coleções?

Comfortwear: como unir moda e conforto nas coleções?

moda e conforto: comfortwear

Com a ascensão do estilo esportivo e das modelagens oversized, moda e conforto se tornaram termos praticamente inseparáveis. Pesquisas norte-americanas apontam o declínio do salto alto em relação aos flats: só em 2017, a venda de tênis femininos cresceu mais de 35%.

O conforto já vinha se tornando uma das prioridades do consumidor atual, sobretudo na indústria têxtil. Com a pandemia de Covid-19, a aceitação dessa tendência foi acelerada. Quer entender como a moda comfy funciona na prática? Continue a leitura e confira as melhores dicas e estratégias para aplicar nos próximos lançamentos da sua marca.

Como o conforto virou tendência

Por algumas décadas, utilidade e apelo estético foram as principais preocupações da moda. Foi a partir dos anos 60, com os movimentos revolucionários, que o vestuário — especialmente o feminino — tornou-se um elemento da vida cotidiana, refletindo o comportamento e os valores de quem veste.

No contexto atual, os consumidores estão interessados em muito mais que o design das roupas: buscam compreender os processos envolvidos na produção das peças, preferem marcas socialmente responsáveis e anseiam por representações mais realistas.

Se o conforto já estava ganhando cada vez mais espaço na moda, a pandemia de Covid-19 em 2020 acelerou o processo. Com a necessidade do isolamento social, a “roupa de ficar em casa” virou a grande protagonista do guarda-roupa e fez o comfortwear alavancar.

Como a moda acompanha as mudanças do mundo e as tendências estão sempre de acordo com o espírito da época, o momento em que passamos por uma pandemia e lutamos por proteção e conforto reflete diretamente nas buscas de vestuário.

Estilo e conforto aparecem como protagonistas das produções de moda, deixando as roupas extremamente justas e desconfortáveis para trás. No lugar, surgem tendências que prezam por qualidade, toque macio e bom caimento das peças.

O estilo oversized, por exemplo, trabalha com modelagens amplas e soltas, que exploram outras proporções para além da cintura marcada ou da calça skinny. Com foco no conforto, a trend representa um modo de pensar que vem transformando o consumo de moda.

moda e conforto
As modelagens oversized são uma das possibilidades da moda confortável.

cta-moda-pos-pandemia

O comfortwear veio para ficar?

Segundo analistas da Worth Global Style Network (WGSN), a pandemia de Covid-19 é a maior propulsora de mudanças nos últimos tempos. Isso fez com que transformações de hábitos e de referências, que eram esperadas para aparecer ao longo de décadas, desenvolvessem-se em semanas.

Dizem as más línguas que “o que vem rápido, vai rápido”, mas análises sociais e mercadológicas mostram que isso não é verdade quando falamos sobre o conforto na moda: essa quase já não é apenas uma tendência, é uma realidade

O estudo divulgado pela WGSN identificou uma série de razões que demonstram que o estilo comfy é muito mais do que uma moda, é o reflexo do turbilhão de mudanças culturais e sociais que vem acontecendo no mundo ao longo dos últimos anos.

As peças de roupa confortáveis são muito mais versáteis e inclusivas, já que se adaptam melhor aos diferentes tipos de corpos, de regiões, de temperaturas e até de condição financeira. Além disso, para atender às demandas de uma sociedade que começou a voltar cada vez mais o olhar para a sua própria saúde física e mental, conforto passa a ter tudo a ver com autocuidado.

A valorização da liberdade de movimento também está em destaque, e as pessoas querem se mexer livremente sem nada que aperte ou incomode, mesmo quando estão em suas rotinas de trabalho fora de casa. Dessa forma, as roupas confortáveis saem do contexto puramente doméstico para ganhar um design próprio e serem convidadas a marcar presença em situações menos informais. 

Conforto chique

O aumento do índice de trabalhadores em home office também impulsiona a busca por roupas mais confortáveis, além de práticas — tecidos tecnológicos que não amassam e passam a imagem de sofisticação enquanto possuem toques macios e agradáveis começam a ser muito procurados.

moda e conforto
Roupas confortáveis para trabalhar de casa e que, ainda assim, causem boa impressão é uma das tendências de moda pós-pandemia.

O relatório do Pinterest de tendências para 2021 comprova a solidificação do conforto chique para 2021, descrevendo-o como “profissional o suficiente para o trabalho, superconfortável para a yoga e perfeito para usar no sofá”.

Para chegar a essa conclusão, a rede social, que se reconhece como o lugar ao qual as pessoas recorrem para encontrar as ideias de amanhã, registrou uma alta de busca de termos como “vestido para ficar em casa”, “roupa oversized” e “macacões de algodão para mulheres”. 

Isso mostra o quanto as marcas devem estar alinhadas a essa nova demanda por elegância confortável para entregar valor em suas coleções de 2021, mostrando que estão antenadas e conquistando os clientes.

Shapes e combinações

Para entender como moda e conforto se relacionam na prática é preciso conhecer as principais referências e modelagens da atualidade. Silhuetas amplas, caimento fluido, referências esportivas e minimalismo são as palavras-chave do momento.

O athleisure, movimento que traz as roupas esportivas para fora das quadras e das academias, está sempre presente nas passarelas. Moletons, camisetas, leggings, jogging pants, dad sneakers e outras peças que valorizam o conforto integram a maioria das coleções famosas.

moda e conforto
O athleisure ressignifica peças que antes eram reservadas ao universo da moda fitness.

Na moda praia, o look confortável é conquistado por maiôs, tops mais largos, modelagens inspiradas no surfwear e saídas de praia com acabamentos naturais. Na confecção de lingerie, o destaque está nos bralettes, nas calcinhas sem costura e nas hot pants, deixando os sutiãs com bojo e as calcinhas fio dental em segundo plano.

Pensando nas combinações, o hi-lo aparece cada vez mais forte nas semanas de moda. Por adaptar-se a todas as ocasiões, a mistura de elementos confortáveis e despojados com peças elegantes e estruturadas é uma das principais aplicações do comfortwear.

Veja também
como organizar tecidos no estoque

Materiais e acabamentos

Na busca pelo comfy look perfeito, o que o consumidor deseja são roupas que entreguem mais que design e apelo fashion. Tecidos confortáveis, respiráveis e com toque agradável são indispensáveis para a produção das peças.

Além disso, é preciso investir em bases de qualidade e que não desbotem após as lavagens. Na Digitale Têxtil, você encontra a melhor técnica de impressão digital do mercado, resultando em cores e estampas vivas e que duram por muito mais tempo.

Todos os tecidos da marca são feitos com a tecnologia da supermicrofibra, proporcionando secagem rápida, durabilidade, elasticidade e bem-estar. Proteção solar, tratamento antibacteriano e microcápsulas de Aloe Vera que hidratam a pele são diferenciais que agregam ainda mais ao produto.

Para trazer conforto máximo ao repertório da sua marca, a produção deve ser feita com tecidos leves e com bom caimento. Dentre as opções oferecidas pela Digitale Têxtil, as bases Oceanic, Intense, Softskin e Lumiere são as mais indicadas.

Vestido Romance Brasil, feito com a base Softskin da Digitale Têxtil.

É importante comentar também que a busca por conforto envolve mais consciência, tanto em relação a si mesmo quanto em relação ao mundo. 

A pauta da sustentabilidade também veio para ficar, e os consumidores buscam cada vez mais causar o menor impacto possível no meio ambiente, procurando por marcas que trabalhem com responsabilidade e transparência e por produtos mais naturais e cujas cadeias de produção sejam éticas e conscientes. 

Para atender essa demanda, a indústria têxtil precisa dar cada vez mais espaço aos tecidos orgânicos e produzidos com materiais recicláveis. A base Oceanic Eco, da Digitale Têxtil, segue essa linha: além de ter excelente elasticidade e ser agradável ao toque, é inteiramente produzida com fios reciclados de garrafas PET pós-consumo. 

Moda e conforto estão cada vez mais unificados, e é preciso que as marcas adaptem-se aos novos anseios dos consumidores. Priorize modelagens amplas e confortáveis, aposte em bases de boa procedência e consiga ótimos resultados com os seus próximos lançamentos!

Quer estar sempre um passo à frente na produção? Assine gratuitamente a newsletter da Digitale Têxtil e receba dicas de gestão e de tendências do segmento têxtil diretamente em seu e-mail.


0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Comentários

Comentários

Comentários (0)

Deixe seu comentário.

Seu e-mail não será publicado.

Voltar para o topo