Lendo agora
Conheça 5 estratégias de venda para confecção

Conheça 5 estratégias de venda para confecção

cliente satisfeita

Vender nem sempre é uma tarefa fácil. O que se mostra real, especialmente em um momento de instabilidade e crise como o que estamos passando, no qual o segmento de vestuário obteve uma queda de cerca de -22% nas vendas de 2020. Por isso, pensar na experiência de compra e elaborar estratégias de venda são passos fundamentais para manter a sua confecção de moda relevante no mercado. Siga no texto para descobrir mais!

Por que usar estratégias de venda?

Como comentamos, o momento atual é de instabilidade e, mais do que nunca, se mostra propício para usar estratégias de venda no varejo. Além de garantir o aumento no consumo, essas técnicas ainda permitem que você tenha um maior controle e planejamento do seu negócio, esteja um passo à frente da concorrência e, por fim, fidelize clientes.

Mas, antes de começar a traçar essas táticas, é importante que você entenda que a venda é um processo dividido por etapas.

Banner calendário atemporal de moda

Etapas de venda

Estar preparado e consciente dos passos que levam até a compra é fundamental para que você compreenda como criar uma estratégia de vendas que faça sentido para a sua confecção de roupas. 

Baseado no programa de treinamentos do Grupo Friedman, essas fases foram desenvolvidas pensando na venda enquanto um sistema que precisa ser estudado, aprendido e, só então dominado. Dentre elas encontram-se:

Preparação

Para que qualquer estratégia tenha sucesso, você precisa entender quem é o seu cliente, quais são os gostos dele, os problemas e como sua marca pode solucioná-los. Além disso, é nessa etapa que o vendedor passa a estudar melhor os produtos, serviços e preços ofertados.

Abordagem 

Considerada a primeira fase oficial ou o portal da venda, nela a conquista da confiança do cliente é o foco principal. A máxima aqui é a de que “a primeira impressão é a que fica”.

Sondagem 

Já na sondagem você entende quais as dores do cliente e passa a conhecer a motivação que o fez procurar os seus produtos.

Demonstração

Agora chegou a hora de apontar as características do seu produto, focando em qualidades e inovações que podem encantar o seu cliente.

Objeção

Talvez seja o momento mais difícil da venda, pois é aqui que o cliente começa a identificar problemas, como preços ou mesmo ofertas da concorrência. Cabe ao vendedor, então, ter argumentos relevantes, como relatos de satisfação de outros clientes ou mesmo o conhecimento de produto adquirido na primeira etapa do processo.

Negociação

Este é o momento de apresentar os meios de pagamentos, descontos e facilitações que a sua confecção de moda oferece. 

Fechamento

Mais do que a finalização de uma venda, o fechamento indica o momento de usar das chamadas técnicas de pós-venda, garantindo a fidelização e a recompra.

cliente finalizando compra
Antes de traçar estratégias de venda, é importante que você e a sua equipe vejam esse momento como um processo de conquista do cliente, com etapas e focos bem definidos.

Agora que você já conhece um pouco sobre o processo de venda, chegou a hora de aprender como vender mais no varejo.

Estratégias de venda para confecção de moda

Antes de começar a elencar as estratégias, é importante destacar que qualquer uma das dicas apresentadas não são normas ou mandamentos inquestionáveis. Além de estudar e aplicar essas sugestões, é fundamental que você consiga adaptá-las para as necessidades do seu negócio. Afinal, você e a sua equipe são as pessoas mais capacitadas para pensar e analisar a forma ideal de colocar essas táticas em prática.

Com isso em mente, chegou a hora de conhecer cinco dicas que podem ser aplicadas no varejo visando o aumento de vendas.

1. Conheça o cliente e o seu nicho de mercado

Talvez a dica mais importante e mais repetitiva quando o assunto é vendas, é a ideia de que ter propriedade sobre o nicho que você atua e sobre quem é o seu cliente é base fundamental para qualquer estratégia aplicada. Isso porque absolutamente todos os planos e técnicas devem ser pensados a partir desse conhecimento.

Por isso, identifique as necessidades e desejos dos seus consumidores, favorecendo a construção de estratégias customizadas para conquistá-los.

2. Delimite seus objetivos

Cliente e nicho de mercado estudados, chegou o momento de delimitar os seus objetivos. Essa é a etapa de preparação para o planejamento estratégico, por isso, tome um tempo maior para definir e traçar o ponto de chegada para os próximos meses ou anos, visto que, assim, você conseguirá determinar melhor como e o que precisará ser feito para traçar um plano e alcançar um resultado final satisfatório. 

3. Faça um planejamento estratégico

Outra tática que sempre aparece em dicas para gestão de negócios de moda, o planejamento estratégico é o momento de antecipar ações e estratégias, avaliar resultados e desempenhos e determinar os próximos passos.

Neste momento, vale usar ferramentas e técnicas já existentes para te dar uma mãozinha. Elas podem funcionar como guias, te ajudando a determinar as estratégias ideais. Dentre as metodologias disponíveis, destacamos a 5W2H.

planejamento estratégico em equipe
É durante o planejamento estratégico que você vai determinar os próximos passos e investimentos. Por isso, use metodologias e técnicas já existentes para facilitar o processo.

O que é a 5W2H?

A 5W2H é uma ferramenta de gestão usada para determinar e organizar ações a partir de perguntas-chave. Assim, os 5 “w” e 2 “h” representam questões que, em inglês, começam com essas iniciais.

  1. What? Ou o que será feito?
  2. Why? Ou por que será feito?
  3. Where? Ou onde será feito?
  4. When? Ou quando será feito?
  5. Who? Ou por quem será feito?
  6. How? Ou como será feito?
  7. How much? Ou quanto será o investimento para que seja feito?

Após essa análise, os resultados e as respostas das perguntas deverão ser transpostos em uma tabela ou planilha que, de forma simples e dinâmica, guiará as implementações e modificações até o objetivo anteriormente delimitado.

Veja também
fashion-films

4. Invista em marketing digital e presença online

Não é segredo para ninguém que hoje é imprescindível ter uma presença digital. Mas é importante que as empresas entendam que esse espaço tem potencial de ser usado (e deve!)  para muito mais do que postar qualquer coisa de qualquer forma. 

Por isso, não basta apenas criar um perfil no Instagram, no Facebook, no Pinterest ou mesmo passar a usar o WhatsApp Business. É preciso, antes de tudo, saber como se comunicar com o seu público e potenciais compradores em cada uma dessas plataformas.

É aqui que entram as estratégias de marketing digital e o funil de vendas, que se baseiam no comportamento do consumidor e no ciclo de vendas. 

Primeiro, é importante entender que nem todo consumidor está pronto para comprar. Apesar de essa ser uma informação um tanto estranha e até mesmo contraditória para um texto sobre estratégias de venda, é fundamental que você entenda esse conceito, uma vez que só assim você poderá guiá-lo e direcioná-lo até a compra. 

Assim, o funil de vendas é formado por:

  • Topo do funil: esse é o momento de atrair visitantes. Aqui são direcionados conteúdos abrangentes que vão chamar a atenção, gerar identificação e informar potenciais clientes que não necessariamente conhecem a sua marca, loja ou produto.
  • Meio do funil: esse é o momento de converter visitantes. Aqui são direcionados conteúdos que vão garantir proximidade, qualificação de consumidores e captação de contatos, mostrando como problemas podem ser resolvidos e apresentando a sua marca.
  • Fundo do funil: esse é o momento de consolidar o seu relacionamento com os clientes. Aqui são direcionados conteúdos específicos para visitantes que já possuem algum conhecimento sobre o seu negócio, já consumiram os seus produtos ou estão a um passo de finalizar a compra. Assim, é o momento de usar técnicas de persuasão e anúncios mais apelativos.

Desta forma, uma comunicação efetiva e o uso da tecnologia ao seu favor podem ser garantia de aumento de vendas e sucesso nos negócios.

5. Estude técnicas de vendas

Como você já deve ter percebido, vender vai muito além de oferecer de qualquer maneira o produto de qualidade que você produz. Existem técnicas e estratégias que podem ajudar a encantar e a conquistar clientes. E, dentre as disponíveis, recomendamos o rapport.

vendedora em loja
Muito além do que simplesmente oferecer um produto, vender é, também, sobre construir uma relação com o seu cliente.

Rapport: o que é?

Técnica baseada na criação de empatia, rapport é um conceito que surgiu na psicologia e pode ser aplicado também no varejo de moda. 

Seu objetivo é construir uma relação de proximidade com o cliente, diminuindo as barreiras entre vendedores e consumidores, e incentivando práticas como a escuta ativa, a reprodução de movimentos com a finalidade de causar reconhecimento e a adaptação da linguagem.

Gostou das dicas? Para receber outros conteúdos e novidades sobre gestão de negócios toda semana na sua caixa de entrada, assine nossa newsletter. Basta preencher o formulário abaixo!


0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Comentários

Comentários

Comentários (0)

Deixe seu comentário.

Seu e-mail não será publicado.

Voltar para o topo