Lendo agora
7 dicas para aumentar a produtividade na confecção de vestuário

7 dicas para aumentar a produtividade na confecção de vestuário

Confecção de vestuário

O faturamento de uma empresa está diretamente ligado com o nível de produtividade. Na confecção de vestuário, o rendimento de produção também gera impacto no lucro, ditando o tipo de crescimento do negócio.

Para facilitar o gerenciamento da confecção e permitir a melhor visualização do nível de entrega dos colaboradores, muitas empresas estão apostando em práticas e ações que melhoram esse índice. Além disso, aumentar a produtividade na confecção diminui possíveis falhas de comunicação, que resultam em retrabalho e desperdício de materiais.

Neste post, reunimos sete dicas para empresas que desejam produzir mais e melhor, utilizando menos recursos. Confira!

1. Elabore um planejamento estratégico

O planejamento estratégico auxilia na definição de metas e objetivos. Porém, mais do que isso, ele é fundamental para traçar estratégias e planos de ação. Esse conjunto de tarefas que visam alcançar objetivos específicos, promove agilidade na hora da tomada de decisão, garantindo maior produtividade na confecção de vestuário.

Essa ferramenta é usada para prever e antecipar ações, considerando as sazonalidades e inconstâncias do mercado, o que torna a empresa mais preparada — além de colaboradores que solucionam problemas com mais eficiência e rapidez.

O planejamento estratégico, aliado ao plano de negócios, portanto, possibilita a melhor utilização dos recursos, assim como a definição de responsabilidade por ação. Para gerar resultados efetivos, crie estratégias viáveis, acompanhe e analise seus desdobramentos.

2. Promova treinamentos frequentes

Promover palestras, cursos e eventos sobre confecção de vestuário é fundamental para que os colaboradores atinjam seu potencial máximo, dentro e fora da organização.

Treinamentos para o setor de confecção de vestuário

Além de gerar conhecimento e trocas de experiências, aprimorar as habilidades garante preparo para lidar com diferentes situações. As orientações dadas em treinamentos, quando colocadas em práticas, otimizam o tempo e o ritmo de andamento das tarefas, aumentando a produtividade.

3. Padronize processos internos

Padronizar as operações básicas do dia a dia diminui as chances de erro que levam ao retrabalho e insatisfação dos consumidores. O primeiro passo é mapear os processos de confecção de vestuário que devem ser padronizados, indicando quais recursos são exigidos para cada um.

Com o mapeamento em mãos, será possível identificar os processos que são desnecessários ou que têm exigido muito tempo dos colaboradores, sem trazer os retornos esperados.

Para implementar mudanças significativas, consulte os responsáveis pelas tarefas, a fim de buscar diferentes visões sobre as melhores soluções. A padronização de processos internos irá auxiliar na criação de um plano de ação estratégico, mas não esqueça de monitorar essas mudanças, alinhando-as sempre que necessário.

4. Aposte na comunicação clara e objetiva

Diminuir os ruídos presentes na comunicação entre os colaboradores é essencial para aumentar a produtividade. Seja em reuniões, apresentações, comunicados, documentos e fichas técnicas, as informações devem ser claras — objetivas ou detalhadas.

Comunicação entre a equipe da confecção de vestuário

Durante os treinamentos, é importante consolidar como se dará a comunicação verbal e escrita, para que o código estabelecido — uso de termos técnicos, prazos e responsabilidade por ação — seja respeitado.

5. Invista em materiais de qualidade

Qualidade é uma característica fundamental para a confecção de vestuário. Além de agregar mais valor às peças produzidas e garantir a satisfação do consumidor, utilizar bons materiais evita possíveis ajustes ou aborrecimentos com o resultado — caimento, toque, elasticidade, entre outros aspectos das vestimentas.

Os tecidos tecnológicos, por exemplo, são ideais para confecções que desejam oferecer inovação e qualidade em seus produtos. Algumas de suas vantagens são: secagem rápida, alta respirabilidade, durabilidade e conforto.

Veja também
como organizar tecidos no estoque

6. Mantenha a equipe motivada

Colaboradores constantemente treinados e motivados se comprometem em atingir melhores desempenhos. Para implementar a cultura produtiva na empresa, gestores e coordenadores devem traçar ações que estimulam o desenvolvimento profissional e pessoal.

Equipe de confecção de vestuário motivada

Definir propósitos, propor desafios e oferecer bons espaços de trabalho são algumas das maneiras de manter a equipe engajada. As métricas de produtividade também são ótimas alternativas para estimular o desempenho das equipes. Por isso, estude e defina qual o melhor indicador para acompanhar a execução das tarefas, de acordo com os objetivos da empresa.

7. Faça uma boa gestão de estoque

O controle de estoque é essencial para potencializar as linhas de produção. Além de otimizar a rotina, a gestão de saídas e entradas dos tecidos faz com que as bases não fiquem paradas ou “perdidas” no estoque.

Por isso, é importante mensurar e registrar no inventário, os tecidos disponíveis, identificando a data de chegada, metragem, estampas e cores, além de para quais foram coleções foram utilizados.

Utilizar softwares e sistemas integrados para realizar a gestão de estoque de tecidos também é uma ótima opção, principalmente para empresas de médio e grande porte.

Avaliar todos os pontos que influenciam na produtividade da confecção têxtil é, portanto, essencial para que tempo e recursos não sejam desperdiçados.

Gostou das dicas? Assine nossa newsletter e receba conteúdos e novidades sobre a indústria têxtil semanalmente em seu e-mail!


0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Comentários

Comentários

Comentários (0)

Deixe seu comentário.

Seu e-mail não será publicado.

Voltar para o topo