Lendo agora
Como fazer etiquetas de roupas: principais dúvidas

Como fazer etiquetas de roupas: principais dúvidas

Como fazer etiquetas de roupas

A correta etiquetagem das roupas é necessária para evitar problemas posteriores, como confusão dos consumidores e até multas. Por conta disso, confecções de todos os tamanhos devem aprender como fazer etiquetas de roupas de forma clara e exata.

Para ajudar nesse processo, separamos as principais dúvidas sobre como criar etiquetas de roupas. Continue a leitura para conferir!

Baixe o Guia de Produção Sustentável de moda clicando na imagem.

Informações necessárias

Aprender como entender etiquetas de roupas é o primeiro passo para criar a sua própria. Elas devem conter informações precisas para que o consumidor consiga compreender rapidamente de onde a peça vem e como usá-la.

A primeira informação obrigatória é a razão social, nome ou marca registrada da empresa, seguido do CNPJ. Para facilitar a leitura, é recomendado que o CNPJ seja incluso no formato xx.xxx.xxx/xxxx-xx.

É necessário indicar o país de origem da roupa. Se a peça foi produzida no Brasil, basta colocar “FABRICADO NO BRASIL”; caso seja uma importação, é preciso indicar em qual país ela foi fabricada.

Como fazer etiquetas de roupas - entendendo as informações
Para entender como fazer etiquetas de composição para roupas, é necessário ter as informações relevantes em mãos.

O tamanho e/ou medidas também devem estar presentes nas etiquetas. Descreva como P, M, G, entre outras possibilidades, ou coloque as medidas de comprimento e largura da peça.

A composição também deve constar na etiqueta. Descreva, por porcentagem e em ordem decrescente, a quantidade de cada fibra na peça, como “80% algodão e 20% elastano”. Se a vestimenta possuir partes diferenciadas, é necessário informar a composição de cada uma, por exemplo, “tecido externo 100% poliéster, forro 100% algodão”.

Note que os nomes das fibras devem ser os padrões, sem indicações de marca. Por exemplo, coloque “elastano” em vez de “lycra”.

Os símbolos de cuidados com a conservação precisam estar presentes. Com eles, o consumidor saberá como manter a qualidade da peça, evitando aborrecimentos e insatisfações.

Principais símbolos

Os símbolos de etiquetas de roupas e seus significados ainda podem confundir o consumidor, mas é necessário educá-lo para que, assim, as peças durem mais e, consequentemente, a satisfação do cliente cresça.

Balde de água

O desenho do balde de água que aparece nas etiquetas significa que a peça pode ser lavada em máquinas. O número que acompanha algumas ilustrações é a indicação de temperatura máxima, em graus Celsius, da água.

Um risco abaixo do balde indica que a lavagem na máquina é permitida, mas a centrifugação não é recomendada. Quando um “x” está cortando o balde, é necessário fazer lavagens a seco. Caso tenha uma mão dentro do balde, é preciso lavar à mão, sem suporte da máquina.

Principais símbolos de lavagem.

Círculo

O círculo simboliza a necessidade de lavar a seco. Roupas muito delicadas e trabalhadas, como por exemplo, vestidos de festas e ternos, podem sofrer danos com a lavagem comum então, nesses casos, é necessário a lavagem a seco. Essa forma de higienização utiliza fluidos químicos ao invés de água e sabão. Os símbolos na etiqueta simbolizam que tipo de produtos químicos podem ser utilizados naquele tecido.

Quando a letra “A” está dentro dele, é permitido o uso de qualquer tipo de solvente, enquanto “F” orienta o uso de hidrocarboneto, e o “P”, percloroetileno. Quando está cortado com um “X”, a lavagem a seco não é recomendada.

Triângulo

Já o uso de alvejante é simbolizado pelo triângulo. Quando é permitido apenas o uso de alvejante sem cloro, o triângulo aparece com dois riscos na diagonal. Um triângulo com as letras “CL” significa que é permitido o uso de alvejante com cloro, mas ele deve ser diluído em água. Quando há um X o cortando, deve ser evitado o uso de qualquer tipo de alvejante.

Como fazer etiquetas de roupas - simbolos de alvejante
Principais símbolos de uso do alvejante.

Quadrado com um círculo dentro

O modo ideal de secagem também aparece nos símbolos de etiquetas. O quadrado com um círculo dentro simboliza que a peça pode ser seca em secadoras mecânicas. Quando possui um X, não é recomendado utilizar a máquina.

Meio círculo

Um meio círculo no quadrado simboliza a necessidade de secar a roupa na vertical, enquanto um traço vertical no meio da forma mostra que é preciso secar na vertical e sem torcer. Quando há três traços verticais, seque a roupa em cabide. Três traços na horizontal mostram a recomendação de secar em uma superfície plana.

Como fazer etiquetas de roupas - simbolos de secagem
Principais símbolos de secagem.

Ícone do ferro de passar

Nem todos os tecidos podem ser passados com ferro, por isso, existem indicações na etiqueta que mostram quando é recomendado ou não. O ícone de ferro de passar simboliza a recomendação de passar, sendo que círculos pretos dentro dele indicam o nível da temperatura: quanto mais esferas, mais quente deve estar. Quando o ícone está cortado por um “X”, não se deve passar com ferro.

Como fazer etiquetas de roupas - simbolos de passar
Símbolos de recomendações para passar roupa.

Tags personalizadas

Além de fazer etiquetas de roupas personalizadas, é possível criar tags informativas para as peças. Elas podem servir como uma versão estendida da etiqueta, com informações mais detalhadas sobre a peça ou tecido utilizado.

Aproveite o espaço para dar mais dicas de conservação ou mostrar as tecnologias presentes na base, gerando valor para o consumidor. É possível, também, adicionar um breve texto institucional sobre a marca, semelhante ao que está nas redes sociais. Dessa forma, a tag pode tanto informar quanto ajudar a divulgar o negócio, tornando o cliente mais próximo da empresa.

Como fazer sua própria etiqueta de roupa

Com as informações do que precisam constar em mente, é possível fazer sua própria etiqueta de roupa em casa.

O design pode ser feito em qualquer programa de edição de texto ou imagem, como Word ou Photoshop. Independentemente do software usado, crie uma caixa de texto (ou imagem) com dimensões de 2cm x 5cm. Coloque as informações necessárias, de preferência em fontes simples, como Arial, e na cor preta, com tamanho que dê para ler sem problemas.

Imprima em papel sulfite e confira se está do jeito que deseja. Caso queira mudar algo, faça as alterações e imprima um teste novamente.

Agora, recorte um pedaço de papel transfer, maior do que a área de texto, e cole em uma folha de sulfite. Selecione a opção de imagem espelhada para impressão, e imprima normalmente. Feito isso, corte a parte com texto do papel transfer e coloque-o em cima de uma fita de cetim e transfira o texto, utilizando um ferro quente.

Clique para baixar os moldes de 3 peças femininas para confeccionar.

Com todo o processo finalizado, é só costurar na peça. Agora, você sabe fazer etiquetas de tecido para roupas gastando pouco!

Uma opção que vem fazendo sucesso, principalmente na moda praia, fitness e íntima são as etiquetas transfer confort. Elas dispensam costura, transferindo as informações direto no tecido, auxiliando quem se sente desconfortável com as etiquetas comuns.

Aprender como fazer etiquetas de roupas é necessário para confecções de qualquer dimensão e para costureiras de todos os estilos. Além de regularizar a peça, esse conhecimento também garante um toque profissional a mais para a marca.

Gostou de nossas dicas? Para receber novos textos no e-mail, com tendências e informações relevantes para quem costura, assine a nossa newsletter!


0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Comentários

Comentários

Comentários (0)

Deixe seu comentário.

Seu e-mail não será publicado.

Voltar para o topo