Lendo agora
Como definir a cartela de cores para coleção de moda?

Como definir a cartela de cores para coleção de moda?

cartela de cores moda

A produção de uma coleção demanda planejamento e pesquisa. Além de elaborar um bom mix de peças, é importante buscar um equilíbrio entre o conceito das peças e o DNA da marca por meio da cartela de cores da moda.

Algumas ideias de tonalidades, tecidos e estampas aparecem antes mesmo da etapa de definição de temas e conceitos. Normalmente, elas são fixadas no moodboard, um quadro de inspiração para as produções da coleção e servem como ponto de partida para transformar ideias em peças em sucesso de vendas.

Neste post, reunimos informações sobre a definição de cores de um lançamento e cinco dicas para você acertar na definição da cartela de cores para coleção de moda. Confira!

O que são cartelas de cores?

As cartelas de cores geralmente são grupos de tonalidades que, juntas, compõem uma coleção de moda. Assim como os modelos e a história a ser contada, esse conjunto de colorações funciona como “a cara” daquelas peças, trazendo coerência entre lançamentos e ditando a personalidade daquela marca.

Pensando em épocas do ano, por exemplo, é interessante que a coleção seja composta por grupos de cores e que, entre eles, ao menos um seja o chamado “grupo de transição”, com variações que abrangem e conversam entre as estações. Por isso, entender e definir tonalidades específicas para uma coleção é um passo importante na hora de montar um projeto coerente e apresentar peças que chamem a atenção do consumidor.

estilista definindo cartela de cores moda
Definir o grupo de cores de uma coleção é importante para garantir a coerência da história que será contada com aquele lançamento.

Estudo de cores

Exatamente por isso, fazer um estudo de cores, entender sobre a saturação dos tons e como trabalhar com as mais diversas opções disponíveis é fundamental para estabelecer uma estratégia interessante para que as combinações possíveis estejam dentro das tendências do momento e que, simultaneamente, façam sentido com outras produções já feitas pela sua marca.

Ao mesmo tempo, confecções que costumam trabalhar com vestidos de festa, por exemplo, têm uma gama de cores pré-determinada por fabricantes de tecidos (geralmente vindos do exterior) e, consequentemente, trabalham com opções limitadas. 

De qualquer forma, analisar as padronagens, estampas e cores da moda pode ser um primeiro passo na hora de definir o grupo de cores e de desenvolver o seu próximo lançamento.  

Além disso, é importante ter em mente que existem três tonalidades que, por serem básicas, precisam ser uma opção presente em todas as coleções, independentemente da estação do ano. São elas o branco, o off white e o preto

Banner calendário atemporal de moda

Combinações de cores

Seja para mistura de recortes de uma mesma peça com colorações diferentes ou mesmo composição de looks na hora de apresentar uma coleção na passarela, a combinação de cores é sempre uma dúvida no mundo da moda. Afinal, como encontrar um grupo de cores que faça sentido com a história das peças e ainda sejam comerciais?

Apesar de não existir uma resposta definitiva para a questão, é importante que, no momento da pesquisa, você junte e organize referências em uma pasta. Isso pode te favorecer na hora de pensar na coerência do projeto, além de facilitar a visualização das opções disponíveis.

Além disso, conhecer as cartelas de cores dos seus fornecedores é imprescindível para você entender quais são as suas limitações e, especialmente, para determinar previamente as cores da nova coleção.

1. Consulte pesquisas e relatórios

As pesquisas são fundamentais para coletar informações e construir conhecimentos acerca de diversos temas. Seja de moda, arte, música ou tecnologia, elas auxiliam na compreensão das mudanças no comportamento e hábitos dos consumidores, sendo ótimas fontes de inspiração durante o planejamento da coleção.

Além da cor do ano divulgada pela Pantone, principal empresa de cores no mundo, existem outras pesquisas que apresentam as principais tendências identificadas em diversos setores como os relatórios do Pinterest, WGSN, UseFashion e conteúdos sobre o mercado da moda do Sebrae.

mulher definindo cartela de cores para moda
O estudo de pesquisas e tendências é o primeiro passo para montar uma coleção de moda.

2. Pesquise as especificidades do segmento

Cada segmento de moda possui características próprias que também estão passíveis de transformações. Saber quais são as tendências de peças, tecidos e cores do segmento de atuação pode ajudar – e muito – na elaboração da cartela de cores para a coleção de moda.

banner estampas atemporais

Para coleções de moda fitness, por exemplo, é importante saber que em diversos portais e blogs sobre a prática de exercícios físicos, há informações sobre a influência das cores no desempenho das atividades. Alguns especialistas recomendam utilizar cores vibrantes para aumentar a energia durante o treino, o que pode influenciar diretamente na escolha das tonalidades.

3. Faça viagens de pesquisa

Normalmente, as viagens de pesquisa de moda acontecem duas vezes ao ano, sendo direcionadas para coletar informações e buscar inspirações para as temporadas de primavera/verão e outono/inverno.

Visitar capitais e outros locais referência em moda é uma ótima forma de buscar inspiração para diversas etapas do planejamento de coleções. Além de ficar de olho nos desfiles, feiras, exposições, ateliês e lojas renomadas, preste atenção na arquitetura, cultura e arte do local, que podem gerar diversos insights para as criações.

cartela de cores moda
Viagens são ótimas formas de buscar referências e fazer pesquisas de tendências de moda.

4. Busque informações em livros

Os livros possibilitam pesquisas mais aprofundadas sobre diversos temas e são fontes inesgotáveis para atuantes no mundo da moda. Os materiais especificamente sobre cores reúnem informações relevantes como padrões cromáticos e diversos estudos baseados no comportamento dos consumidores.

Alguns deles ajudam a compreender como as cores estão psicologicamente e culturalmente ligadas às escolhas do coletivo. Confira alguns nomes de livros que podem auxiliar na definição da cartela de cores para coleções de moda:

  • Color Forecasting: as previsões de tendências de cores na moda, de Clarice Garcia

    Veja também
    moda fitness inverno

  • A Psicologia das Cores: como as cores afetam a emoção e a razão, de Eva Heller

  • Tecidos e Moda, de Jenny Udale

  • O Uso das Cores, de Cris Peter

  • Comunicação com Cores, de Paula Csillag

  • A Cor no Processo Criativo, de Lilian Ried Miller Barros

  • A Cor na ilustração de moda, de autores diversos

  • Inventando Moda: planejamento de Coleção, de Doris Treptow

5. Faça experimentações

Normalmente, uma cartela de cores apresenta de seis a 12 cores para cada segmento. As cores principais são predominantes nas peças da coleção, enquanto as complementares aparecem somente nos detalhes das vestimentas.

Para definir a paleta, considere as diferentes texturas, composição e tingimento dos tecidos que serão utilizados. Analise e faça experimentações para avaliar os tons, nuances, luminosidade e saturação das cores selecionadas, sempre pensando no público-alvo e no tema da coleção.

cartela de cores moda
Na hora de definir a cartela de cores da sua coleção de moda, considere as texturas, composições e tingimento dos tecidos.

Como você percebeu, definir uma cartela de cores para coleção de moda não é uma tarefa simples mas, felizmente, existem vários recursos que ajudam nessa missão. Aplique-os no seu dia a dia para notar a diferença!

Gostou deste conteúdo? Assine o formulário abaixo para receber mais novidades do mundo têxtil diretamente na sua caixa de entrada do seu e-mail!

 

0.00 avg. rating (0% score) - 0 votes

Comentários

Comentários

Comentários (0)

Deixe seu comentário.

Seu e-mail não será publicado.

Voltar para o topo